Teatro Infantil do Grand Plaza Shopping exibe neste domingo, 27, a peça "A Pequena Dama e o Cãozinho Vagabundo”

24 de julho de 2014

#Teatro



O Teatro Infantil do Grand Plaza Shopping apresenta neste domingo (27/07) a peça A Pequena Dama e o Cãozinho Vagabundo, clássico infantil que será exibido gratuitamente das 12h30 às 13h30, no espaço do Boulevard Gastronômico, como parte da programação “Era uma vez no Grand Plaza”.

Com texto e direção de Peri Lima e elenco da Cia+PQ?, a peça é baseada no conto da Disney A Dama e o Vagabundo. A história é de uma aristocrata conhecida como "Querida" que ganha do seu esposo Jim uma cadelinha da raça cocker spainel americano, a quem dá o nome de Lady. O animal cresce e, enquanto isso, Vagabundo é um cachorro de rua, sem raça, que usa a sua astúcia e os seus amigos para sobreviver. "Querida" fica grávida e, com isso, Lady passa a se sentir em segundo plano. Amparada pelos amigos fiéis Caco e Joca, ela tenta se conformar com a nova fase de sua vida, justamente quando Vagabundo aparece em sua vida.
   

Teatro Infantil do Grand Plaza Shopping exibe neste domingo, 20, a peça "A Bela Adormecida"

16 de julho de 2014

#Teatro



O Teatro Infantil do Grand Plaza Shopping apresenta neste domingo (20/07) a peça A Bela Adormecida, clássico infantil que será exibido gratuitamente das 12h30 às 13h30, no espaço do Boulevard Gastronômico, como parte da programação “Era uma vez no Grand Plaza”.

Com texto e direção de Peri Lima e elenco da Cia+PQ?, a peça conta a história da princesa Aurora e de um feitiço cruel lançado sobre ela no dia do seu nascimento por uma fada ressentida e vingativa chamada Malévola. Aurora está fadada a cair num sono profundo, tendo como única salvação um beijo de seu verdadeiro amor. Apesar dos esforços de três fadas bondosas - Flora, Fauna e Primavera -, a dura profecia se realiza. Armado com o escudo mágico da virtude e com a espada da verdade, o príncipe Felipe enfrenta bravamente Malévola e suas forças do mal, resgata Aurora e eles vivem, então, felizes para sempre.

O Teatro Infantil do Grand Plaza Shopping começou suas apresentações em março, já tendo levado ao palco peças como O Gato de Botas, A Pequena Sereia, A Bela e a Fera, Branca de Neve e os Sete Anões, Rapunzel, Pinóquio e o musical A Dona Aranha.

Além de A Bela Adormecida, em cartaz neste domingo (20), o público ainda terá em julho a peça A Pequena Dama e o Cãozinho Vagabundo (dia 27). A agenda de espetáculos vai até 31 de agosto. A entrada é franca, e a classificação indicativa é livre.

O Grand Plaza Shopping está situado na Avenida Industrial, 600, Bairro Jardim em Santo André, no grande ABC paulista.


Matéria: FBcom
Edição: Dimithri Vargas
   

Porecatu inaugura Casa de Cultura que sediará exposição sobre histórias no Paranapanema

#Inauguração


O município de Porecatu, no norte do Paraná, inaugura nesta próxima quinta-feira, 17, a partir das 19h30, sua Casa de Cultura. Localizado no centro da cidade, o espaço vai abrigar diversos eventos, entre eles, a Exposição "Porecatu - histórias no Paranapanema", que em breve será aberta ao público.

Com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura, Fundação Energia e Saneamento, Lanc Comunicação e Prefeitura de Porecatu e patrocínio da Duke Energy, a exposição vai revelar diferentes aspectos da cidade que foi berço da indústria sucroalcooleira do Paraná e hoje abriga uma das maiores usinas hidrelétricas do País, a UHE Capivara.

A mostra terá quatro ambientes: na sala Porecatu: uma história, serão apresentados os primórdios da colonização na região, os conflitos fundiários que resultaram em sua formação e a cultura de cana-de-açúcar; em Cultura de Porecatu, será possível conhecer a importância das fanfarras e dos festejos locais; Fauna e Flora dará destaque aos recursos naturais de Porecatu; a sala Água e Força abordará o processo de geração de energia hidrelétrica bem como a história da UHE Capivara. Em fase final de montagem, a exposição poderá ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira.

A Casa de Cultura Porecatu fica localizada na Rua Brasil, 500, Centro. Mais informações: (43) 3623-1513.


Matéria: FBcom

   

Brasil Comic Con 2014: começa venda de ingressos para seção de fotos com Beakman e Jiraiya

1 de julho de 2014

#Eventos


Os visitantes da 2ª edição da Brasil Comic Con terão a oportunidade de conhecer de perto os atores Paul Zaloom, que viveu o cientista Beakman no seriado “O Mundo de Beakman”, e Takumi Tsutsui, que interpretou o ninja Jiraiya no seriado homônimo que fez sucesso nos anos 80 e 90. As entradas VIP, que dão direito à sessão de fotos com os artistas, já estão disponíveis na internet, no site da Ingresse (www.ingresse.com.br). O evento, que reúne fãs e profissionais de quadrinhos, games, cinema e séries de TV, acontece nos dias 15 e 16 de novembro, no Centro de Eventos Pro Magno, na Zona Norte de São Paulo.

Paul Zaloom estará presente no primeiro dia da BCC 2014, enquanto Takumi Tsutsui se encontrará com o público no dia 16/11. Os ingressos para cada uma das seções de fotos custam R$ 92 e não dão direito à entrada no evento, que pode ser adquirida separadamente. Além de fazer as fotos com Zaloom, o visitante que adquirir o voucher também poderá acompanhar a apresentação do ator na HotZone, uma área restrita e mais próxima do palco.

Em clima de Copa e de férias, Grand Plaza Shopping promove o evento "Maluquinho por Futebol"

25 de junho de 2014

#Eventos - ATUALIZADA EM 1/7/14.


Maior centro de compras do Grande ABC, o Grand Plaza Shopping promove de 26 de junho a 13 de julho o evento Maluquinho por Futebol. Gratuito e direcionado a crianças de 4 a 12 anos de idade, a atração vai aproveitar o período de férias escolares para colocar em campo todo o espírito de Copa do Mundo, com muitas brincadeiras relacionadas ao universo do futebol e ao ambiente que cerca o esporte preferido dos brasileiros.

Localizado na Praça de Eventos, próxima a Lojas Renner, o espaço funcionará de segunda a sexta-feira, das 14 às 22 horas; sábados, das 12 às 22 horas; e domingos e feriados, das 12 às 20 horas. A programação conta com diversas atividades inseridas numa cenografia exclusiva e temática, incluindo um minicampo de futebol, entre outras sensações.

Espetáculo Grande Dança Brasil se apresenta nas cidades-sede da Copa

20 de junho de 2014

#Dança #Espetáculos


Com proposta diferenciada, o espetáculo “Grande Dança” visa atingir as populações de diferentes faixas etárias, aptidões e classes sociais. O Flash Mob poderá ser visto e dançado por milhares de pessoas em espaços públicos.

No comando do ensaio esta o coreografo Octávio Nassur, o desejo é produzir uma grande dança com a cara do Brasil e a participação do público em geral.

O projeto acontecerá no período de 11/06 a 13/07/14 nas 12 cidades-sede da copa do mundo 2014: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Manaus, Natal, Fortaleza, Cuiabá, Recife e Salvador.

Ao total, serão 48 apresentações oficiais. A agenda do projeto, e maiores informações sobre o projeto podem ser encontradas no site http://grandedancabrasil.cultura.gov.br/.



Matéria: Dimithri Vargas*
* com informações de Leonardo Almeida
Imagem: Assessoria de imprensa (não localizado créditos ao fotógrafo)
 

Fundação Ema Klabin traz o quarteto Pererê pelo Programa Música do Mundo

19 de maio de 2014

#Espetáculos


Formado a partir das comemorações da Semana de Arte Moderna,
quarteto dedica-se à música instrumental brasileira.
Celebrando mais de 10 anos de trajetória, o Quarteto Pererê apresenta no dia 24, às 16h30, o espetáculo Tocata Armorial, pelo programa Música do Mundo da Fundação Ema Klabin. O show é fruto da pesquisa e reflexão sobre o Movimento Armorial, liderado pelo escritor Ariano Suassuna nos anos 1970. Suas composições inéditas evocam múltiplas sonoridades e manifestações populares

Formado por Alessandro Ferreira, Edson Tadeu, Francisco Andrade, Tchelo Nunes e com participação de LetíciaTorança, o Quarteto Pererê, que iniciou suas atividades em decorrência da comemoração dos 80 anos da Semana de Arte Moderna, dedica-se à interpretação da música instrumental brasileira.

Banda Estralo traz boa música, poesia e arte para crianças na Virada Cultural

17 de maio de 2014

#Eventos


Shows gratuitos estão abertos para o público em geral.
Na Virada Cultural, a criançada pode ouvir música infantil de qualidade. A Banda Estralo se apresenta nesse domingo, 18, às 14h, no Centro Educacional Unificado (CEU) Capão Redondo e no dia 25, às 15h30, no Sesc Rio Preto. No repertório canções de Chico Buarque, Milton Nascimento, Toquinho, Vinícius de Moraes, Edu Lobo, Eduardo Antunes, além das músicas do universo infantil como Caprichos do Tatu, de Gustavo Kurlat, e Pé com Pé, do grupo musical Palavra Cantada.

Mais do que divertir, a banda integra ao variado repertório de canções, histórias, pequenos números teatrais e poesias, no show intitulado “Estórias de Cantar”. A poesia Bailarina, de Cecília Meireles, por exemplo, abre a música Ciranda da Bailarina, de Chico Buarque. Já a poesia O relógio , de Vinícius de Moraes, antecede a música O Silêncio, de Arnaldo Antunes.

"Um Mestre Brasileiro" estreará em São Paulo no próximo dia 23

#Teatro​


Nos dois últimos finais de semana de maio, o espetáculo musical “Um Mestre Brasileiro - A vida e obra de Mestre Irineu Serra”, do diretor Márcio Araújo, estará em cartaz no teatro Alfredo Mesquita, em São Paulo.

O espetáculo popular, que usa as técnicas do teatro de rua, conta a vida de um dos tantos heróis anônimos brasileiros, neste caso, o Mestre Raimundo Irineu Serra, um negro maranhense que viveu no Acre e criou uma nova realidade, bem mais digna, aos negros maltratados que morriam na seringa. Foi Irineu Serra quem fundou a doutrina do Santo Daime, hoje com adeptos em todo o mundo. A peça não tem a intenção de ser doutrinária, e sim de mostrar a força deste homem que modificou seu meio e a sua relevância para o Brasil.

A Cozinha Performática apresenta "Anatomia do Cavalo"

8 de maio de 2014

#Teatro


A Cozinha Performática, com o apoio do Programa Municipal de Fomento à Dança de São Paulo, apresenta o solo de dança "Anatomia do Cavalo", com o artista Marcos Moraes, desenvolvido com Direção e Composição de Luis Ferron e Organização Corporal de Ana Teixeira. O espetáculo estabelece uma comunicação direta com o público, que é recebido com informalidade e a proximidade de um convidado especial.

Anatomia do Cavalo é o grande convite para todos estarem em torno da mesa saboreando o melhor dos banquetes.


Mas o que tem a ver dança e cozinha?

Você é o convidado de honra para descobrir essa relação e participar desse reencontro com a dança, e o desejo pelo movimento.

Temporada de 15 a 25 de maio na Sala Arquimedes Ribeiro do Complexo Cultural da Funarte em São Paulo.

Anatomia do Cavalo integra o Projeto “A Cozinha Performática, Plataforma Colaborativa de Pesquisa e Criação em Dança e Performance” que contou com mais de 40 profissionais envolvidos, responsáveis pela produção de dois ensaios fotográficos, um ensaio videográfico, um livro, o vídeo Sabroso e a obra Outros Usuários.

Anatomia do Cavalo é dedicado a Soraya Sabino e Graciela Figueroa.


Sobre o artista

Marcos Moraes, diretor do projeto A Cozinha Performática, continua neste solo sua trajetória pessoal em constante pesquisa sobre o movimento e o encontro como disparador de dramaturgias específicas. O projeto considera o artista como articulador de questões e processos, tencionando os formatos tradicionais de produção artística em diferentes suportes e linguagens.


Ficha Técnica

Concepção: Luis Ferron e Marcos Moraes
Performer: Marcos Moraes
Direção e Composição: Luis Ferron
Orientação Corporal: Ana Teixeira
Técnica Alexander: Reinaldo Renzo
Produção: Jaqueline Vasconcellos - Conexão ZAT
Assessoria de imprensa: Leonardo Almeida
Luz: Mauro Martorelli e Luis Ferron
Som: Tom Monteiro
Apoio: Funarte São Paulo


O evento

Ocorrerá na Sala Arquimedes Ribeiro - Complexo Cultural da Funarte (Alameda Nothmann, 1058 - Santa Cecília, São Paulo/SP), entre os dias 15 e 25 de maio, de quinta a sábado às 20 horas, e domingo às 19 horas; com duração de 45 minutos e sua classificação é livre.

A entrada é franca, devendo os ingressos serem retirados na bilheteria.


Matéria: Leonardo Almeida
Imagens: Marcella Haddad
   

Quintas Musicais apresenta Roda de samba com Juliana Amaral e Grupo Ó do Borogodó em sua nova temporada

#Eventos


As quintas-feiras voltarão a ser cheias de ritmo e swing, o QUINTAS MUSICAIS ganha nova temporada a partir de Maio. O local escolhido para as apresentações é o famoso e bem frequentado Teatro Itália, localizado no coração de São Paulo.

A proposta é ter um novo ponto musical na cidade que seja de fácil acesso e bem estruturado, com um cardápio semanal de shows individuais, encontros de artistas e novos talentos. Produzido pela Sala de Produção, os shows tem inicio sempre às 21 horas oferecendo uma nova opção de happy hour para a cidade.

“O grande objetivo é tornar as noites de quinta um ponto de encontro para apreciar boa música dentro do teatro, com uma programação diversificada de gêneros musicais, diferentemente do ambiente encontrado em casas noturnas e bares”, afirma Cassia de Souza produtora e idealizadora do Projeto.

O Projeto teve início no segundo semestre de 2013 com a participação de grandes artistas da Música Popular Brasileira, entre eles, Luciana Andrade, Tony Ferreira, Oito Bem, Léo Versolato, entre outros, e foi recebido com muito carinho pelo público e críticos especializados.

O próximo artista convidado para o Quintas Musicais é a cantora Juliana Amaral que fará uma roda de samba com o grupo Ó do Borogodó.



Sobre os artistas:

Juliana Amaral: cantora, compositora e atriz. O CD “SM, XLS”, gravado para o Selo SESC (2012), é seu terceiro disco. Antes lançou “Águas d’aqui” (2002) e “Juliana Samba” (2007), ambos pela Lua Music.

Teve participação especial nos CDs “Batucajé – Percussão experimental brasileira”, de Robertinho Silva, Simone Soul, Jadna Zimmermann e Alfredo Bello; “Quando eu canto o meu samba”, de Rubens Nogueira; e “O Alumioso”, de Di Freitas. Participou ainda do primeiro DVD da Orquestra Jazz Sinfônica, gravado no concerto com o pianista e compositor congolês Ray Lema.

Participou como cantora em diversos projetos, entre eles “Marçal, uma dinastia do samba” (2006; com Armando Marçal, Moacyr Luz, Wilson das Neves e Wanderley Monteiro), “Da malandragem à pilantragem” e “Gafieira paulista” (2006, com a orquestra de gafieira Cometa Gafi, que integra desde 2002), e espetáculos da Orquestra Jazz Sinfônica − com o pianista e compositor congolês Ray Lema (2009-2011); com o violonista Marcel Powell, em concerto em homenagem a Baden Powell (2009); e em remontagem de “O Grande Circo Místico”, de Edu Lobo e Chico Buarque (São Paulo, Buenos Aires e Campos do Jordão, 2010-2013).

Além disso, desde 2004 Juliana Amaral apresenta-se no Ó do Borogodó, tradicional casa de samba e choro de São Paulo.


Grupo Ó do Borogodó: O grupo foi formado para se apresentar semanalmente no bar Ó do Borogodó, em São Paulo, considerado pela revista Veja um dos melhores bares de samba e choro da cidade. Seus integrantes são alguns dos mais renomados instrumentistas do Brasil: Gian Correa (violão de 7 cordas), Ildo Silva (cavaquinho), Alexandre Ribeiro (clarinete) e Roberta Valente (pandeiro).

No repertório do grupo, choros de autores tradicionais como Bonfiglio de Oliveira, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Portinho, Esmeraldino Salles, Zequinha de Abreu, Waldir Azevedo, etc., e de autores contemporâneos como Laércio de Freitas, Altamiro Carrilho, Zé Barbeiro, Paulinho da Viola, Guinga, Toninho Ferragutti, Alessandro Penezzi, Sivuca, etc.

O Grupo gravou seu primeiro CD (indicado para o Prêmio Tim) pela gravadora Lua Discos. Um tributo a Altamiro Carrilho, com a participação especial do flautista e de grandes músicos de São Paulo como os cantores João Macacão e Verônica Ferriani e dos instrumentistas Izaías do Bandolim, Israel Bueno, Ruy Weber, João Poleto, Zé Barbeiro, Rodrigo Y Castro, Bombarda, Zezinho Pitoco, Caíto Marcondes, etc. No repertório, composições do grande flautista (choro, samba, baião, samba-canção e valsa) como Bem Brasil, Deixa o Breque pra mim, Gracioso, Meu sonho é você, Perdão amor, Elegante, etc.

O evento acontece hoje, no Teatro Itália (Av. Ipiranga, 344,  Metrô República em São Paulo/SP), ás 21 horas, com duração de 60 minutos. Os ingressos custam R$ 30,00 inteira e R$ 15,00 meia, podendo ser adquiridos no site www.compreingressos.com ou na Bilheteria (a partir das 15h). Não deixe de aproveitar, pois as vagas são limitadas (276 lugares).

O local conta com acessibilidade para portadores de necessidades especiais, climatização e estacionamento com serviço de valet conveniado ao Edifício Itália, além de aceitar pagamentos em todos os cartões. Mais informações, ligue para (11) 3255-1979.

Censura: Livre


Matéria: Leonardo Almeida

A Cozinha Performática apresenta "Outros Usuários: A Festa dos Aplicativos" em curta temporada

22 de abril de 2014

#Eventos #Dança #SP


“Outros Usuários” nasce do convite feito por Marcos Moraes à artista Sheila Ribeiro. Esse encontro inédito reverberou num mix de sensações e criações. Outros Usuários é uma festa, é uma dança, é uma festa-instalação que acontecerá na Praça Victor Civita.

Usando linguagens e elementos digitais e analógicos, o público é convidado para uma festa instalação e a identificar qual “APP” ele é nesse sistema. O corpo também é convidado a ser “ajustado” no momento da performance.

Inspirados na constante mutação da contemporaneidade do mundo, e nos impactos da popularização da tecnologia digital, sempre temos a impressão de que não se sabe nada e de que se está perdendo alguma coisa ou atrasado com algo. É no meio de tudo isso que a gente busca o encontro com o outro, onde a tecnologia se transforma em corpo, e todo mundo é a tecnologia.

O público é lançado nesta festa onde tudo parece passar pela experiência de recriar o prazer. Essa festa é a recriação do prazer da celebração e coloca isso enquanto dramaturgia.

Falas de um Mímico estréia na Cia Luis Louis no próximo dia 6 em longa temporada

3 de abril de 2014

#Teatro #Programação #SP


 falas de um mimico-61 lívia simardi -  baixa.jpg
Esse espetáculo que expõe o seu repertório de quadros, alguns conhecidos e premiados no Brasil e na Europa, e, outros inéditos.

Depois de dois anos e meio da sua criação e de muito sucesso por todo país, inclusive, na primeira Mostra internacional de Mímica em Brasilia (DF), no Festival do Riso em Campina Grande (PB), Festival de Humor e Performance em Salvador (BA), na Mostra de Teatro Nacional de Porangatu (GO) e Festival Nacional de Teatro em Goiás (GO),  finalmente, Falas de um Mímico chega para uma estréia oficial e temporada em São Paulo.


Sobre o espetáculo

Um Mímico entra em cena e após algumas tentativas consegue romper o silêncio e começa a falar numa relação intima e descontraída com a platéia. Com muito humor e um gestual singular de Louis, esse mímico aborda, de uma forma surpreendente, temas sobre a Condição-Humana Contemporânea como:  busca incessante da felicidade, perda da identidade, consumismo, solidão, saúde, trabalho e amor.

Para organizar estes quadros num espetáculo Louis fez um intenso estudo de dramaturgia sobre a condição humana e três pilares sustentaram esta pesquisa:

1. A Jornada do Herói segundo Joseph Campbell.
2. A afirmação da potência da vida baseado na filosofia de Spinoza, Nietzsche e Deleuze.
3. A Modernidade Líquida de Zygmunt Bauman.

Luis Louis propõe um jogo de representação e quebra da representação tendo como condutores a persona, o narrador e personagens.


Teaser



Ficha Técnica

Dramaturgia, Direção e Atuação: Luis Louis
Cenário e Figurino: Lene Bastos
Operação de Som e Vídeo: Taiguara Belo de Melo
Operação de Luz: Zhé Gomes
Assessoria de Imprensa: Leonardo Almeida
Produção Executiva: Claudia Bastos
Produção Geral: Cia Luis Louis


Falas de um Mímico – Cia Luis Louis
Espaço Parlapatões – Praça Roosevelt, 158, São Paulo, CEP 01303-020
Telefone: (11) 3258-4449
Temporada: 06/04/2014 a 29/06/2014 (domingos) às 19h
Valor: R$ 40 e R$ 20
Informações: www.cialuislouis.com.br


Matéria: Leonardo Almeida
Edição: Dimithri Vargas

Cia. Luis Louis apresenta 700 mil horas, em longa temporada

29 de março de 2014

#Teatro #Programação #SP


 700 mil horas2_livia simardi - baixa.jpg
700 mil horas é a expectativa de vida do cidadão brasileiro. Como consumimos e vivemos essas horas? A Cia. Luis Louis propõe um jogo inusitado e cômico: viver todo esse tempo em exatamente 60 minutos, contabilizando as horas consumidas com diversas atividades cotidianas como: trabalhar, dormir, esperar na fila, televisão, entre outras. Essas horas vão sendo somadas no “Placar da Vida”. Um cronômetro marca o tempo real para assegurar que a equipe de atores não perca o tempo, pois o desafio é grande: realizar todas as cenas e terminar o espetáculo pontualmente no tempo proposto. Sobrará tempo de vida nesse jogo?


Sobre o espetáculo:


700 Mil Horas é um jogo em que concentramos todo nosso tempo de vida em apenas 60 minutos!

A Cia. Luis Louis realizou uma intensa pesquisa sobre o tempo, o espaço, a vida e a morte, e uma pergunta foi fundamental para a criação deste espetáculo: “Quanto tempo temos de vida?”

Segundo a última pesquisa do IBGE, a expectativa de vida prevista para o cidadão brasileiro é de 73. Acrescentando alguns cálculos da pesquisa da Cia Luis Louis, chegamos ao total de 700 Mil Horas.
Como consumimos tudo isso? É o que veremos no espetáculo. O desafio do
elenco é viver as 700 mil horas em apenas 60 minutos que é o tempo exato do
espetáculo!

Para isso, a Cia. Luis Louis criou um jogo original e divertido. Explorando as técnicas da Mímica Total e do Teatro Físico, o elenco viverá, cenicamente, o tempo que gastamos com atividades cotidianas como: trabalho, filas, dormindo, televisão, reprimindo nossos desejos, sonhos, entre outros.
Nesse jogo o tempo é fundamental!

O Placar da Vida:
Em um placar gigante e luminoso localizado no palco, são computadas todas as horas que gastamos nas atividades que realizamos durante as nossas vidas. Ao final do espetáculo, soma- se tudo e veremos quanto tempo sobra para as nossos desejos verdadeiros.

Cronômetro digital:
Também localizado em um ponto estratégico do palco, um cronômetro é acionado no começo da peça e fica permanentemente ligado para garantir a precisão do tempo de cada cena e não deixar que o elenco perca a hora. Esse mecanismo adotado impõe um sentido de urgência em todas as cenas e cria uma tensão interna constante no elenco e no público, pois é um elemento concreto mostrando que o tempo de vida e do espetáculo está passando e acabando.


Teaser





Ficha Técnica

Direção Geral e Dramaturgia: Luis Louis
Elenco: Carolina Bonfanti, Kelly Aquino, Lene Bastos, Luis Louis, Patrícia Campos Melo, Péricles Raggio, Valdir Aquino, Xexéu Vaulêz
Orientação de Figurino e Cenário: Lu Grecco
Orientação Musical: Gustavo Kurlat
Criação de Imagens e Vídeos: Cia Luis Louis
Operação de Luz e Vídeos: Taiguara Belo de Oliveira
Criação de Luz: Luis Louis
Operação de Luz: Zhé Gomes
Fotografia: Lívia Simardi e Rodrigo Pereira
Programação Visual: Josiel Bastos
Assessoria de Imprensa: Leonardo Almeida
Assistente de Produção: Camila Masri
Produção Executiva: Claudia Bastos
Produção Geral: Cia Luis Louis


Reestreia: 700 Mil Horas – Cia Luis Louis
Espaço Parlapatões – Praça Roosevelt, 158, São Paulo, CEP 01303-020
Telefone: (11) 3258-4449
Temporada: 05/04/2014 a 28/06/2014 (sábados) às 21h

Valor: R$ 40 e R$ 20


Matéria: Leonardo Almeida
 

Teatro Infantil é o mais novo evento cultural do Grand Plaza Shopping

21 de março de 2014

Gratuitos e sempre aos domingos, espetáculos reúnem grandes clássicos da literatura; programação começa no próximo dia 16 e vai até agosto


O Grand Plaza Shopping, maior centro de compras da região do Grande ABC, estreou no dia 16, domingo, sua mais nova atração cultural “Era uma vez no Grand Plaza”. Trata-se do Teatro Infantil, iniciativa que vai proporcionar às crianças a oportunidade de assistir gratuitamente espetáculos que representam grandes clássicos da literatura, adaptados para o cinema e para o teatro.

Pela primeira vez em Santo André, o Teatro Infantil “Era uma vez no Grand Plaza” terá sessões sempre aos domingos, das 12h30 às 13h30, na área do Boulevard Gastronômico. Com texto e direção de Peri Lima e elenco da Cia+PQ?, a programação deste mês começa no dia 16, com A Bela e a Fera; dia 23 é a vez de Gato de Botas; e dia 30, Pequena Sereia. A agenda de espetáculos vai até agosto, sempre com a exibição de uma peça diferente em cada domingo.


Sinopse das peças

A Bela e a Fera (16/03)
Bela é uma garota sensível e inteligente que vive uma vida pacata numa pequena aldeia. Para fugir da rotina, ela busca nos livros um pouco de emoção. Certo dia, o pai de Bela desaparece a caminho de um concurso de inventores. Preocupada, Bela sai a sua procura e o encontra num castelo onde mora uma Fera, que vive cercada por objetos estranhos. Bela, então, descobre que o estranho animal é na verdade um lindo príncipe. Aos poucos, Bela amolece o duro coração da Fera.

Gato de Botas (23/03)
Um gato bastante esperto e muito inteligente começa a criar artimanhas para fazer com que seu dono, um pobre camponês, se passe por um rico marquês para conquistar o coração da princesa.

Pequena Sereia (30/03)
A famosa sereia tem o sonho de conhecer a superfície do mar. Certo dia, a sereiazinha consegue realizar seu sonho, mas logo apaixona-se por um príncipe. Mas para conquistá-lo, pede ajuda à bruxa do mar, que, para atender o desejo da sereia, propõe que ela abra mão daquilo que lhe é mais valioso, a sua voz.

Serviço:
Teatro Infantil  “Era uma vez no Grand Plaza”
Boulevard Gastronomico do Grand Plaza Shopping
(Avenida Industrial, 600, Bairro Jardim, Santo André)
Domingo, das 12h30 às 13h30
Entrada gratuita
Classificação: Livre


Matéria: FBCom

Projeto Rádio AM traz o cancioneiro brasileiro antigo para as novas gerações na voz de Luppa Rodrigues

26 de fevereiro de 2014

#Cultura #Rádios


O projeto Rádio AM, criado pela produtora 11:11 ads+arts, une a arte ao lúdico dos clássicos da música popular brasileira disseminados nas rádios a partir da década de 60.

O CD “Rádio AM“ é composto de releituras divertidas de músicas antigas na voz do carismático Luppa Rodrigues. Com ingredientes para uma divertida volta ao passado, as canções ganham nova roupagem e versões de emocionar quem ouve.

Luppa Rodrigues é cantor e compositor com mais de dez anos de carreira e já trabalhou com grandes nomes como Oswaldo Montenegro, Ed Motta, Ney Mato Grosso, Luciana Mello, entre outros.

Grand Plaza Shopping promove exposição "O Mundo em Duas Rodas"

20 de fevereiro de 2014

De 20/02 a 23/03, evento gratuito resgata a história das bicicletas e a atração termina com grande passeio ciclístico pelas ruas de Santo André




Presente na vida do brasileiro como meio de transporte e de lazer, a bicicleta vai ganhar um espaço muito especial no Grand Plaza Shopping. A partir do próximo dia 20, o maior centro de compras do Grande ABC promove a exposição "O Mundo em Duas Rodas", que terminará em 23 de março, domingo, com um grande passeio ciclístico pelas ruas de Santo André. Gratuita e inédita na região, a mostra vai representar de forma divertida e inusitada a evolução da bicicleta e, ao mesmo tempo, mexer com o imaginário de muita gente, provocando lembranças marcantes, especialmente dos tempos de infância.

Grand Plaza Shopping promove feira de livros infantis

19 de fevereiro de 2014

Gratuito e aberto até 23 de fevereiro, evento oferece três mil títulos a preços promocionais


O Grand Plaza Shopping promove até o dia 23 de fevereiro a Feira do Livro, que acontece na Praça de Eventos, próxima à loja Fast Shop. Referência para as crianças que gostam de literatura, o evento oferece aproximadamente três mil títulos que podem ser adquiridos com valor a partir de três reais. A feira funciona de segunda-feira a sábado, das 10 às 22 horas, e aos domingos, das 14 às 20 horas.

Destinada ao público de todas as idades, a variedade de publicações reúne gêneros que vão de contos de fada a histórias para dormir, livros interativos, heróis, artes, bíblicos, livros didáticos, livros de mágica, livros sobre o corpo humano, livros para banho a prova de água, livros travesseiro, entre outros. Para facilitar o contato físico com as obras e inserir o público no universo da magia literária, o espaço da feira permite que o público manuseie os livros. 


Capital Steak House do Grand Plaza Shopping promove "happy hour dose dupla"

10 de fevereiro de 2014

#Locais #Promoções


Especializada em casual dinning americano e localizada no Boulevard Gastronômico do Grand Plaza Shopping, a rede brasiliense Capital Steak House oferece todos os dias (exceto feriados), o ''happy hour dose dupla'', no qual o cliente pede um chope e ganha outro. Para quem aprecia destilados, o restaurante serve, nas sextas e sábados, o ''Double Saquerinha'' e, aos domingos, o ''Double Caipiroska''. O happy hour funciona das 16 às 21 horas, dentro do salão, e até as 23 horas para quem consumir na área externa do restaurante.

Shopping Center D promove pocket show musical "Cante com o Peixonauta"

6 de fevereiro de 2014

Evento gratuito acontece nos dias 8 e 9 e promete muita diversão para a criançada.


O Shopping Center D, maior complexo de lazer da zona norte de São Paulo, promove nos próximos dias 8 e 9 de fevereiro o pocket show musical "Cante com o Peixonauta". Gratuito e com duração de 30 minutos, o espetáculo será apresentado às 17 horas no piso P1.

No palco, os personagens Peixonauta e seus amigos, a menina Marina e o macaco Zico cantam e dançam sete músicas, que fazem parte do programa exibido na TV. Com coordenação musical de Paulo Tatit, do Palavra Cantada, um dos principais grupos nacionais de música infantil, o pocket show possui interação de bonecos, manipulados por três atores da Cia Pia Fraus, grupo de 30 anos de história no teatro de animação brasileiro.

Secretaria nega redução do número de blocos de rua no carnaval do Rio

24 de janeiro de 2014

#Carnaval


A Secretaria de Turismo do Rio de Janeiro informou hoje (24) que não haverá redução do número de blocos de rua neste carnaval. No ano passado, desfilaram pela cidade 492 blocos, mas o prefeito Eduardo Paes tinha dito que, neste ano, o número diminuiria, para evitar depredação de prédios e espaços públicos na cidade.

Para tentar atender à demanda dos mais de 5 mil foliões esperados na cidade em março, serão instalados mais de 21 mil banheiros químicos, um aumento de 33% em relação ao total do ano passado. Também está prevista a instalação de oito postos médicos no centro e nos bairros de Ipanema e Copacabana, além da disponibilização de 80 ambulâncias de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) móvel.

Entre as novidades deste ano, estão a identificação dos 5 mil vendedores ambulantes credenciados para trabalhar no período, que vão usar coletes numerados e credenciais com nome e foto. Cerca de 1,5 mil controladores de tráfego vão atuar nas ruas.

A prefeitura informou ainda que vai proteger 12 monumentos localizados ao longo das vias por onde passarão os foliões, bem como canteiros e jardins nos pontos de maior concentração de desfiles, em um total de 12 mil metros de cercamento lineares.


Matéria: Agência Brasil (via portal EBC)

Começa aquecimento dos blocos de rua do Rio

19 de janeiro de 2014

#Carnaval


Rio de Janeiro – Faltando mais de um mês para o carnaval, o aquecimento para o carnaval de rua já começou, com os ensaios gratuitos de vários blocos, em locais como o Aterro do Flamengo, Copacabana, a Lapa e Santa Teresa, além de festas animadas por blocos.

A presidenta do Grito da Sebastiana, Rita Fernandes, adianta que o calendário de eventos é grande, incluindo o ensaio do Bloco das Carmelitas, na Praça Tiradentes; do Escravos da Mauá, todas as sextas-feiras até o carnaval; e sorvetada do Gigantes da Lira, na Praça General Glicério, em Laranjeiras, para aquecer o "carnaval da criançada".

Ontem (18), teve o Grito da Sebastiana, festa anual da entidade que reúne tradicionais blocos de rua do carnaval carioca e marca o início da festa. Hoje (19), tem ensaio do Bloco de Segunda e do Que Merda é Essa, a partir das 16h na Praia de Copacabana, altura da Rua Miguel Lemos.

No dia 26 de janeiro, é a vez do Suvaco do Cristo; no dia 2 de fevereiro, tem Meu Bem,Volto Já e Escravos da Mauá; em 9 de fevereiro, o Bloco das Carmelitas; em 16 de fevereiro, Simpatia É Quase Amor e Bloco do Barbas; e no dia 23 de fevereiro, tem o ensaio do Bloco Virtual. Os desfiles oficiais dos blocos da Sebastiana começam no dia 15 de fevereiro, com o Imprensa Que Eu Gamo, em Laranjeiras.

"Como o carnaval é só em março, abre a janela para um grande calendário de eventos, é o que vai ocorrer este ano. Vai ser difícil até escolher o que a pessoa quer fazer, porque vai ter eventos demais. São muitas escolhas de samba, lançamento de sambas, ensaios", diz Rita. A programação ainda não está fechada, mas poderá ser consultada na página http://www.sebastiana.org.br/.

Rita Fernandes explica que, este ano, os blocos estão espalhados por vários pontos da cidade. "Ao mesmo tempo que o carnaval vai crescer muito em número de foliões, por outro lado, vai haver uma descentralização do carnaval que ocorria muito na zona sul e no centro. A gente está vendo que vai espalhar muito para a zona norte e para a zona oeste, porque novos blocos surgiram, são outras opções. Isso faz com que haja uma distribuição melhor pela cidade e mais opções para o folião circular".

Ela lembra que o Simpatia é Quase Amor e o Barbas comemoram 30 anos em 2014 e prepararam vários eventos comemorativos. E os blocos Escravos da Mauá e o Meu Bem, Volto Já completam 20 anos.

A Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro vai divulgar nesta semana a programação oficial dos cerca de 500 blocos que desfilarão este ano. De acordo com o órgão, o período carnavalesco inicia 30 dias antes do carnaval, que começa no dia 1º de fevereiro, até o domingo depois do desfile das escolas de samba campeãs na Sapucaí, dia 9 de março.


Fonte: Agência Brasil

Orquestra Jovem de Paquetá tocará na Alemanha

#Entretenimento


Rio de Janeiro - A Orquestra Jovem Paquetá, formada por 20 jovens de 13 a 22 anos, moradores da Ilha de Paquetá, na Baía de Guanabara, embarca sábado para uma turnê na Alemanha. A orquestra faz parte de um projeto de capacitação artística e cultural com a música sinfônica, as artes integradas e a cidadania, o Bem Me Quer Paquetá.

A formação do grupo musical teve início no ano 2000. "No começo, os jovens eram conhecidos como os Flautistas de Paquetá, mas aos poucos, com a entrada de outros instrumentos, foi se definindo a orquestra", conta o coordenador do projeto, José Lavrador. Segundo ele, os jovens músicos chegaram a um nível de maturação que os capacita para a turnê.

Antes da viagem, a orquestra fará uma apresentação de despedida, o "Concerto de Bota-Fora", amanhã (20), na Casa de Artes Paquetá. O repertório, exclusivamente de compositores brasileiros, será o mesmo que os jovens apresentarão em cinco cidades alemãs, até o dia 9 de fevereiro.

"A perspectiva de uma viagem internacional provoca impacto muito grande sobre os jovens, porque muitos deles nunca tiveram oportunidade de sair do Brasil e alguns pouco conhecem outros lugares, além de Paquetá", conta Lavrador.

Além das apresentações das obras de compositores como Villa-Lobos, Carlos Gomes, Alberto Nepomuceno, Guerra-Peixe, Lorenzo Fernández, Sivuca, Tim Rescala e Tom Zé, os jovens vão interagir com músicos locais e participar de um ensaio aberto da Orquestra Filarmônica de Berlim, uma das mais prestigiadas do mundo.


Matéria: Agência Brasil
   

Serviços de música online revolucionam direitos autorais

#Informativo


Brasília - "Que discos levar para uma ilha deserta?" Atualmente, a resposta poderia ser todas as músicas do mundo. Por meio dos serviços de streaming (execução online), um acervo ilimitado de canções pode ser ouvido pela internet. Basta pagar uma mensalidade para ter acesso a músicas de todos os estilos e de todas as épocas no computador, no celular, no tablet e até em determinados tipos de televisão.

Usada em uma peça de serviços de música pela internet, a pergunta sobre a ilha deserta revela que o streaming de canções está provocando uma revolução no mercado musical. Segundo especialistas, as inovações não se limitam à comodidade. O próprio sistema de direitos autorais, dizem, poderá encontrar o caminho para sair do impasse entre as gravadoras e as mídias digitais.

"Os serviços de streaming permitem que a indústria e os provedores de internet enfim cheguem a um acordo sobre o pagamento de direitos autorais. O conceito de ter uma assinatura que dá direito a ouvir tudo, em qualquer lugar, não invalida o consumo individual da música e monetiza [leva dinheiro] para as gravadoras. Basta deixar de pagar para não ter mais acesso", explica o advogado Sydney Sanches, presidente da Comissão de Direito Autoral e Propriedade Industrial do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

Segundo Sanches, sistemas de assinatura online como Deezer, Terra Napster e Spotify (em fase de teste no Brasil) representam a terceira fase da distribuição digital de músicas. A primeira, relata, consistia no controle do suporte físico (LP e CD) pelas gravadoras, na época em que a indústria tentou proibir a qualquer custo a reprodução de canções pela internet. A segunda, diz, surgiu em meados dos anos 2000, quando as gravadoras chegaram a um acordo com algumas empresas e surgiram as páginas de download legalizado.

As ferramentas de streaming, ressalta o advogado, são mais flexíveis que as lojas digitais de música. "Nas lojas online, o suporte é digital, mas o raciocínio ainda é analógico. O usuário precisa comprar e armazenar cada canção", explica Sanches. "O avanço definitivo só veio com os serviços de músicas online, que harmonizaram o conceito de internet e a distribuição de conteúdos artísticos", completa.

Para o especialista em direito autoral Allan Rocha de Souza, professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), os serviços online de assinatura mostram que tanto as gravadoras como as empresas de internet estão amadurecendo e adaptando-se à realidade do século 21. "A indústria começou a oferecer opções em vez de apenas brigar com os sites", diz.

De acordo com o professor, a internet fez a indústria perder o controle sobre a produção de conteúdos artísticos e criou uma demanda efetiva por acesso à cultura. "A indústria tentou reprimir num primeiro momento, o que gerou briga. Levou muitos anos para as gravadoras se convencerem de que era necessário encontrar outra solução e passar a arrecadar com a internet", declara.

Apesar das vantagens para o consumidor e de uma perspectiva para as gravadoras, Souza diz que os serviços de streaming ainda estão em fase inicial e precisam amadurecer. "Acredito que essas ferramentas ainda não atendem à demanda por cultura, seja por mensalidades altas, seja pelo caráter temporário dos downloads. Alguns serviços permitem que os usuários baixem músicas para ouvirem quando estiverem desconectados, mas as bloqueiam assim que ele sai do serviço", critica.

Outro ponto de preocupação, destaca o professor, consiste na possível invasão de privacidade pelas empresas que oferecem os serviços de streaming. "As empresas detêm a informação sobre o que cada um ouve. Isso abre brecha para comportamentos abusivos, como a inserção de anúncios e sugestões personalizadas", adverte.

Em relação à pirataria, Sydney diz que as ferramentas de assinatura online contribuem para diminui-la, embora não sejam capazes de erradicar o consumo ilegal de músicas. "Qualquer serviço tem custos, que são pagos pelos consumidores. É impossível abolir a pirataria, que é de graça. O desafio, para os próximos anos, é oferecer serviços legais, de qualidade e de baixo custo", analisa.


Matéria: Agência Brasil
 



Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni